The O Interview: Gayle and Oprah, Uncensored


Oprah: Talvez eu não tenha dito isso a você com frequência, mas digo isso a outras pessoas o tempo todo. Gayle é a melhor mãe que já vi, ouvi ou li sobre. Ela sempre esteve 100 por cento presente para aquelas crianças - até hoje. Ficávamos no telefone, no meio de uma conversa, e as crianças entravam na sala. Isso aconteceu na semana passada, e o filho dela tem 19 anos. Ela disse: 'Oi, Willser. Você está com o rosto de Willser. A mamãe te ama. Bom dia, Bear. Olá, Kirby-Cakes. Ela interrompeu a conversa para cumprimentá-los e informá-los de que foram vistos e ouvidos. E então ela voltou ao telefone e continuou a conversa.

Essas crianças cresceram com muito amor e apoio de Gayle, e também do ex-marido de Gayle. Adorei a maneira como ela entendeu que, embora o casamento não desse certo, seu marido ainda precisava de um espaço para manter um relacionamento forte com essas crianças. Isso leva um real mulher. Sempre, sempre, sempre foi sobre o que é melhor para seus filhos.

Gayle: Anos atrás, quando Oprah estava pensando em deixar o programa, ela disse: 'Você deveria se mudar para Chicago e nós o incorporaremos ao programa. E então, no final do ano, vou passar o bastão para você, mas você terá que se mudar para Chicago. E eu disse: 'Não posso fazer isso porque Billy não seria capaz de ver as crianças regularmente.'

Oprah: Eu disse: 'Você percebe o que estou oferecendo?'

Gayle: E eu digo, 'Sim, eu faço.' Mas as crianças eram pequenas e eu apenas disse: 'Não, não posso fazer isso'.

Oprah: É por isso que ela é a melhor e seus filhos são os melhores. Seus filhos são meus afilhados. Há fotos minhas andando de quatro com Kirby - você sabe, jogando cavalo e outras coisas. Lembro-me de quando William veio pela primeira vez à fazenda: ele estava correndo e dizendo: 'Tia O, você tem uma piscina e um wacuzzi? Você pode pagar tudo isso? '

Quando ele era pequeno, pequeno, pequeno, eu tinha todas essas caixas de Shaker antigas. Ele estava empilhando-os como ...

Gayle: Blocos.

Oprah: E derrubando-os. Eu disse, 'William! Largue essas caixas! ' Essas crianças não estavam acostumadas com ninguém levantando a voz - nunca levavam palmadas ou gritos. Então ele estava tipo, wacuzzi ou sem wacuzzi, estou fora daqui. E ele disse à mãe: 'Eu quero ir para casa'.

Essas crianças faziam muito barulho e havia todos os tipos de coisas de plástico amarelo brilhante que faziam barulho. E a TV estava ligada e o mesmo vídeo estava passando indefinidamente. Mas Gayle me ajudou a me ajustar.

Gayle: Sempre fico meio surpresa, Lisa, quando Oprah fala sobre mim e as crianças, porque vejo muitas mães que sentem pelos filhos o que eu sinto pelos meus.

Oprah: Mas eles nem sempre têm filhos que são como os seus. Todo mundo quer criar gente boa, não apenas gente inteligente nas escolas da Ivy League e tudo mais, mas gente boa. Você tem que ser uma boa pessoa para criar boas pessoas.

Adicionar: Vocês dois conversam todos os dias?

Gayle: Normalmente conversamos três ou quatro vezes por dia.

Artigos Interessantes